Alentejo recebe 1º prémio português “Goldener Korken 2017”

Produção de vinho de qualidade a partir de técnicas que protegem o meio ambiente e através de uma forma economicamente viável.

A Herdade dos Outeiros Altos, localizada na Herdade da Tapada Nova, União de Freguesias de Estremoz, acaba de receber o prémio “Goldener Korken 2017”, atribuído pela primeira vez em Portugal.

Esta distinção, escolhida a nível europeu, foi entregue pela Weinloge, um conjunto de especialistas da arte do vinho em todo mundo, parceiros da Quercus.

Agora reconhecida a nível internacional, a Herdade dos Outeiros Altos é membro do Plano de Sustentabilidade dos Vinhos do Alentejo (PSVA), um plano pioneiro em Portugal, que tem como objetivo central e principal a produção de vinho de qualidade a partir de técnicas que protegem o meio ambiente e através de uma forma economicamente viável.

Estas práticas ecológicas e a cultura de sustentabilidade dos Outeiros Altos, uma Herdade gerida em contexto familiar, trouxe até ao Alentejo um prémio que continua a mostrar a importância dos benefícios do investimento nas áreas da sustentabilidade e da biodiversidade.

Para Francisco Mateus, presidente da CVRA, “este reconhecimento à Herdade dos Outeiros Altos é um motivo de orgulho para os Vinhos do Alentejo. Temos trabalhado muito para mostrar a importância destas áreas no sector do vinho e é muito gratificante um produtor alentejano receber este tipo de distinções. É esta filosofia sustentável, esta cultura ecológica e esta preocupação com a natureza que pretendemos enraizar no Alentejo.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *