//Álcool Gel ‘alentejano’

Álcool Gel ‘alentejano’

Vitivinícola do Alentejo começou a produzir e comercializar este produto muito procurado atualmente.

O elevado consumo de produtos desinfetantes, particularmente álcool, que tem vindo a registar-se mas que deverá continuar a ter grande procura nos próximos tempos, levou muitas empresas vitivinícolas a usar as destilarias para produzir álcool.

Com a brutal queda de vendas de vinhos algumas empresas começaram a pensar em, após algumas doações para suprir a falta de fornecimento externo, passar a produzir estes produtos como forma de minimizar as dificuldades de tesouraria que começam já a afetar muitos produtores.

É o caso da Ervideira, com sede em Reguengos de Monsaraz, que iniciou a produção de Álcool Gel, segundo as normas da OMS. “Desta vez, para além de querermos mostrar um Alentejo que cuida, queremos tornar a proteção acessível a todos. Fabricar um álcool gel a preço justo e facilmente acessível. Um gel em frascos de 500ml e recargas de 3l, que esteja disponível não só em várias farmácias e mercearias, mas também on-line.”

A empresa afirma que apesar de ter crescido bastante nas vendas online,“após um mês em que, como todo o país, abrandámos muito, percebemos que esta seria a altura em que teríamos que nos reinventar novamente”, esclarece a empresa acrescentando: “O mundo precisa de mais do que vinho e nós queremos levar até todos um Alentejo que cuida, que cuida de todos.”

Este produto cuja composição é Etanol (>70%), Peróxido de Hidrogénio (>4%) e Glicerol deverá estar disponível em farmácia e mercearias, mas também online “e recebido no conforto da casa dos nossos clientes, no espaço de 48h”, refere-se no site da empresa:

A Ervideira

A Ervideira é uma das empresas vitivinícolas seculares de Portugal, produzindo vinho desde 1880, contando atualmente com a quarta e quinta geração de produtores no ativo.
Com um total de 160 hectares de vinha, distribuídos pelas propriedades da família nas sub-regiões da Vidigueira (130 ha) e Reguengos (30 ha), a empresa refere no seu site que” temos sempre o cuidado de contratar localmente, pois a empresa tem que ser um forte elemento de estabilidade na região. A título de curiosidade, apenas são dadas oportunidades de trabalho a quem esteja desempregado ou à procura do primeiro emprego, pois, desta forma, além de ser uma empresa que gera estabilidade regional, não entra em conflito de interesses com as outras empresas da região, que muito respeitamos.”